Todas as ações SIPE

Em destaque

Consulta aos Professores - Formas de Luta

FACE À INTRANSIGÊNCIA DO GOVERNO, VAMOS CONTINUAR A LUTA

CONSULTA AOS PROFESSORES

 

Em 2018, o governo tentou impor a eliminação de 6,5 anos de tempo de serviço cumprido pelos professores. Estes, contudo, com a sua luta, evitaram o apagão. Entretanto, com o veto do Presidente da República e a aprovação do artigo 17.º da Lei do Orçamento do Estado de 2019, o governo ficou obrigado a desenvolver um novo processo negocial, que, porém, só no final de fevereiro teve lugar.

 

Porém, nas reuniões realizadas, o governo manteve-se intransigente na intenção de eliminar mais de 6,5 anos de tempo de serviço cumprido pelos docentes e recusou discutir as propostas apresentadas pelos Sindicatos; sabem os professores que, contrariamente ao que por vezes se ouve, neste caso, “não vale mais pouco que nada”, pois as consequências do pouco são praticamente as mesmas do nada.

 

A luta, neste quadro, é inevitável. Por única e exclusiva responsabilidade do governo, pode vir a afetar o normal desenvolvimento do 3.º período letivo, incluindo o conjunto de atividades previsto para o seu final. Nunca será demais lembrar que foi o governo que: recusou iniciar a negociação em tempo útil; continua a recusar a recuperação total do tempo de serviço, apesar da recomendação, nesse sentido, da Assembleia da República, do disposto no artigo 17.º da Lei do Orçamento do Estado para 2019 e de essa decisão já ter sido tomada na Madeira e nos Açores; continua a recusar negociar uma eventual repercussão da recuperação na aposentação dos professores.

 

Terminado este ano letivo, terminará também a atual Legislatura e, a partir daí, tudo poderá tornar-se ainda mais difícil, para além de o atual contexto pré-eleitoral em que nos encontramos ser favorável à resolução de problemas e à assunção de compromissos.

 

Os professores e educadores, com os seus sindicatos, não vão baixar os braços e lutarão pela recuperação total do tempo de serviço que cumpriram. Irão fazê-lo da forma que, em cada momento, se revelar adequada. Com o objetivo de definir as ações de luta a desenvolver no 3.º período letivo e face à intransigência do governo e à falta de garantia, até agora, de uma solução concreta por parte da Assembleia da República para recuperar todo o tempo de serviço, as organizações sindicais de docentes decidem levar por diante a presente consulta.

 

Pede-se aos colegas que respondam, de acordo com aquele que for o seu compromisso efetivo com a luta. O mais importante não é perceber o que, hipoteticamente, se deveria fazer, mas o que se poderá fazer, contando, para isso, com a real disponibilidade dos colegas para formas concretas de ação. Da parte dos sindicatos, fica o compromisso de levar aos seus órgãos de decisão as posições que resultarem desta consulta, assentando nelas as decisões sobre a luta a desenvolver e os seus tempos.

 

 

 

 

 

ler artigo
  • Manifestação 23 de março - Inscreve-te nos autocarros do SIPE

  • Reuniões ao abrigo da Lei Sindical - fevereiro 2019

  • Já deu entrada na AR a petição do SIPE contra as ultrapassagens.

  • Concentração de Professores e Educadores a exigir retorno de negociações

  • Manifestação em Lisboa reuniu mais de 50 000 mil professores

  • MANIFESTAÇÃO 5 OUTUBRO - INSCREVE-TE NOS AUTOCARROS DO SIPE

  • Inflexibilidade do Governo leva professores à greve e à manifestação

  • Entrevista Nelson Lima à RTP, Reunião ME 11 julho

  • Plataforma de Registo de Situações ilegais, Greve às avaliações (18 de junho e dias seguintes)

  • Ultimatos Não / Chantagens Nunca

  • Sindicatos de Professores decidem convocar greve às avaliações nos ensinos básico e secundário e na educação pré-escolar.

  • Manifestação 19 maio 2018, Intervenção Júlia Azevedo

SIPE CORAÇÃO

É uma campanha de solidariedade sem prazo de validade.

Aqui podes

Oferecer, partilhar, trocar bens ou objetos que estejam a mais em casa

e que possam ter utilidade em outras mãos.

SIPE EDIÇÕES

Através deste novo serviço do SIPE terás a possibilidade de realizar as tuas próprias edições e publicar os teus livros e outro tipo de estudos.

Para saberes mais envia um email para

sipenacional@sipe.pt