notícias

  • Calendário Escolar 2021/22 - GOVERNO FINTA A DEMOCRACIA - Aprovado sem negociação sindical

     

    Escudando-se na situação pandémica que o País está a atravessar, o Ministério da Educação alterou e enviou para publicação o calendário escolar, sem qualquer negociação com os sindicatos.

    O ME bloqueia assim a negociação sindical alterando e impondo unilateralmente o calendário escolar, fitando a democracia e desrespeitando os professores/educadores.

     

    O calendário de funcionamento das atividades educativas e letivas

    dos estabelecimentos públicos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário

     

    Começa entre 14 e 17 de setembro e será prolongado até ao dia 17 de dezembro.

     

    O segundo período decorrerá entre 3 de janeiro e 5 de abril de 2022

     

    O terceiro período prolongar-se-á de 19 de abril a 7 de junho para o 9.ºano, 11.º e 12.º anos de escolaridade;

    a 15 de junho de 2022 para o 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 10.º ano de escolaridade;

    a 30 de junho de 2022 para as crianças inscritas na educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico.

     

     

     

    Consulta o despacho do Calendário Escolar 2021/2022 (pdf)

     

     

    ler artigo
  • Docentes da norma travão e disponibilização de Horários completos na mobilidade interna: Posição do SIPE

    O SIPE  considera inaceitável a alteração das regras ao concurso na véspera da abertura do mesmo. Estas alterações foram introduzidas  no aviso de abertura sem serem objeto de  negociação sindical.

     

    NORMA TRAVÃO

    Os docentes que reúnem as condições para vincularem através da norma travão veem-se agora na obrigação de concorrer a nível nacional sob pena de, para o próximo ano letivo (2021/2022) não ficarem colocados - pois não podem celebrar contratos com o ME ao abrigo do n.º 1 do art. 59 da LTFP. O ministério da Educação escuda-se numa decisão do TCA do Sul

    O SIPE considera que esta decisão confere uma violação da confiança entre as partes: docente e Ministério da Educação. 

    Recordamos que  os docentes NUNCA foram obrigados a concorrer para Quadros de Zona Pedagógica que não pretendiam e agora, sob pena de ficarem desempregados são coagidos a fazê-lo. 

    Consideramos o Ministério da Educação deveria ter  encontrado outras alternativas, mesmo que transitórias, de forma a salvaguardar o direito à vinculação destes docentes, consoante as regras que estavam em vigor.

    O departamento jurídico do SIPE encontra-se a analisar esta situação.

     

     

    DISPONIBILIZAÇÃO DE HORÁRIOS ANUAIS E COMPLETOS NA MOBILIDADE INTERNA

    O SIPE não concorda com esta decisão do ME que, poderia perfeitamente ter optado pela continuidade de lançar os horários completos e incompletos em simultâneo.

    Esta decisão implica que os docentes possam ficar longe das suas residências e famílas. 

    Iremos contactar a Assembleia da República no sentido de obter mais uma vez o apoio para colmatar esta situação de injustiça.

     

     

    ler artigo
  • Formação contínua específica: Despacho 2053/2021

     

    Foi hoje publicado o despacho 2053/2021 que define as ações de Formação abrangidas pela Dimensão Científica e Pedagógica, assim como o período em que foram realizadas.

     

    Assim consideram-se específicas as ações  realizadas no período compreendido entre 1 de setembro de 2016 e 31 de julho de 2022:

     

    a) Enquadradas no âmbito do Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho, sobre desenvolvimento curricular, nas suas vertentes de planeamento, realização e avaliação das aprendizagens;

    b) Respeitantes à lecionação de Cidadania e Desenvolvimento;

    c) Relativas à educação inclusiva, com especial enfoque no âmbito do Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho;

    d) Centradas na implementação de estratégias de ensino e aprendizagem direcionadas para a promoção do sucesso escolar;

    São também consideradas específicas no período compreendido entre 1 de setembro de 2016 e 31 de julho de 2022 as ações de formação:

    a) de capacitação digital de professores no âmbito da Escola Digital, realizadas até à conclusão da execução do referido Plano de Transição Digital,

    b) ministradas desde março de 2020 no âmbito das Tecnologias da Informação e Comunicação para apoio ao planeamento e execução dos regimes misto e não presencial previstos na Resolução do Conselho de Ministros n.º 53-D/2020, de 20 de julho.

     

    O Despacho produz efeitos a 1 de agosto de 2020.

    ler artigo
  • Acesso ao 5.º e 7.º escalões. Sobre as vagas…

    Os professores são excelentes, ótimos, generosos, incansáveis, trabalhadores, com espírito de missão até ... à altura de subir de escalão. Aí são simplesmente Bons.

     

    Após longos anos de congelamento, o reinício das carreiras trouxe as mudanças de escalão. Depois de quase uma década sem pressão sobre o sistema de Avaliação de Desempenho Docente  (ADD), de repente acordamos para uma realidade já antiga, mas que só agora começa realmente a ter impacto nos docentes e nas escolas. E realmente esta ADD, com o mecanismo das vagas de acesso ao 5º e 7º escalões é desastroso.

     

    Em primeiro lugar, alguém que entre nas quotas pode contar, em média com 2 a 3 anos a mais no 4º escalão e outro tanto no 6º.

    Contas feitas, podem ser cerca de 6 anos. Se somarmos esta perda com os 6 anos de congelamento não recuperados, chegamos a um número absurdo de 12 anos, ou se preferirmos, o equivalente a 3 escalões. Não é uma simples limitação: é uma adulteração completa da carreira de milhares de docentes.

    Mas, há os Muito Bom e os Excelentes… pois… para quem? Alguns… E quais? Muitas vezes, quase que diria a maior parte das vezes, “os escolhidos”. Literalmente.

    As escolas apresentam critérios de ADD muito diferenciados, principalmente no que diz respeito à gestão das menções que permitem evitar a estagnação nos 4º e 6º escalões.

    E estes critérios são, independentemente de justificáveis ou não, melhor ou pior conseguidos, são sempre e obrigatoriamente deturpadores da avaliação dos docentes.

    ler artigo

concursos

  • Desistência total ou parcial CI/RR 2021/2022

    Encontra-se disponível a aplicação eletrónica que permite ao docente proceder à desistência total ou parcial de contratação inicial (CI) e da reserva de recrutamento (RR), das 10:00 horas do dia 28 de julho até às 18:00 horas do dia 30 de julho de 2021 (hora de Portugal continental). Consulte a nota informativa. SIGRHE Nota Informativa
    mais informação
  • Meia jornada – Nota Informativa – Ano Escolar 2021/2022

    Encontra-se disponível a aplicação para a Meia Jornada no  SIGRHE. Nota informativa.
    mais informação

Formações

  • Fantoches, Marionetas e Cabeçudos : Ferramentas de Comunicação no Mundo das Crianças

      Cronograma: Início de Outubro de 2021. Restante cronograma a definir com o Formador Horário pós Laboral Restantes datas: adefinir com o formador e a turma no ínicio de setembro Algumas alterações serão atualizadas com a maior brevidade possível.   
    mais informação
  • O intercultural no perfil do aluno espaço privilegiado para a construção da cidadania - outubro

    mais informação
  • APRENDER COM OS CONFLITOS - Baião

    Sessões síncronas - sábados - 11, 18 e 25 de Setembro, das 9.00 - 13.00 e segunda 27 set das 18.30 - 20.30 As sessões assíncronas serão agendadas em comunicação efetuada oportunamente, entre formadora e formandos. Prioridade de seleção: sócios do SIPE e ordem de inscrição. Regime: À distância É necessário Smartphone ou PC, um Browser instalado, Webcam e microfone.
    mais informação

SIPE TV

SIPE na TVI - Dois às dez - Dramático é não se ter fechado as escolas mais cedo

SIPE Coração e ENTRAJUDA - Assinatura Protocolo

3º BTT - SIPE - Fátima 2019

Caminhos Santiago - SIPE Santarém

Momentos da Manifestação de 5 de outubro de 2018

A Manifestação de 5 outubro 2018 na Comunicação Social

SIPE - Viana do Castelo, Valença e Ponte de Lima

Concentração no Porto 13 de julho 2018

Entrevistas Manifestação 19 maio 2018

Seminário Comunidades de Aprendizagem - Abertura

Intervenção Júlia Azevedo Manifestação 19 maio 2018

Coração que AMA Antes

SIPE CORAÇÃO

SIPE CORAÇÃO

É uma campanha de solidariedade sem prazo de validade.

Aqui podes

Oferecer, partilhar, trocar bens ou objetos que estejam a mais em casa

e que possam ter utilidade em outras mãos.

SIPE EDIÇÕES

Através deste novo serviço do SIPE terás a possibilidade de realizar as tuas próprias edições e publicar os teus livros e outro tipo de estudos.

Para saberes mais envia um email para

sipenacional@sipe.pt