notícias

  • TUDO SOBRE O CONCURSO EXTERNO 2020- 2021 SÓ PARA CONTRATADOS

     

    CONCURSO EXTERNO - SÓ PARA CONTRATADOS OU DESEMPREGADOS. Também podem candidatar-se os docentes do Ensino Privado

    Apresentação das candidaturas: 26 de março, até às 18 horas continentais do dia 3 abril.

    Nesta fase da candidatura da candidatura apenas podes manifestar preferências para o QUADRO DE ZONA PEDAGÓGICA

     

    Face à situação de pandemia epidemiológica do COVID19 o SIPE organizou-se para te poder continuar a  apoiar. Neste sentido solicitamos-te que:

    1. Preferencialmente envies um email para o teu secretariado com os teus contactos para te inscreveres no apoio ao teu concurso.

    2. Serás contactado por um colega que te prestará apoio personalizado à distância (telefone, email, através da plataforma da DGAE, ou videoconferência)

    3. Se já te candidataste anteriormente deverás  ter contigo o verbete definitivo do último concurso, em papel ou em pdf (disponível na área pessoal de cada docente, na  plataforma SIGRHE.

    4. Caso não tenhas os documentos arquivados e válidos no respetivo processo individual no Agrupamento de Escolas que procede à validação da candidatura ajudamos-te a digitalizar  dos documentos e a fazer  o respetivo upload. 

    5. Alertamos-te para o facto do telefone poder estar congestionado devido ao enorme número de chamadas que temos tido. Volta a tentar ou envia uma mensagem com o teu número. Ligar-te-emos de volta.

     

    CONSULTA o Aviso n.º 5107-A/2020 que fixa em sete dias úteis o prazo para apresentação da candidatura.

    CONSULTA a Portaria n.º 78-A/2020 que fixa o número de vagas em quadros de zona pedagógica para o concurso externo - 872,  bem como as vagas para o concurso externo às escolas de ensino artístico especializado da música e da dança - 27. 

    CONSULTA o manual do utilizador Externo

    CONSULTA o Manual de utilizador LSVLD

    CONSULTA A Nota informativa

    CONSULTA Decreto Lei nº 28/2017

    CONSULTA Lei nº 114/2017

    CONSULTA OS Códigos do AE/ENA

    CONSULTA A Lista de instituições públicas que relevam para efeitos da 2ª prioridade

    SIGRHE

    Dgae - Publicação do Concurso Externo/ Contratação inicial e Reserva de Recrutamento.

     

      ------------------------------ 

     

    INFORMAÇÕES

    CONCURSO EXTERNO ANUAL: abriram  872 vagas para o concurso externo anual. O grupo de recrutamento com mais vagas é o grupo do 1.º Ciclo do Ensino Básico. QZP 7: 418 vagas.

     

    1. Os Agrupamentos irão validar as candidaturas validação essa que consiste na confirmação da veracidade dos dados introduzidos pelos candidatos.

    2. Este ano foi alterado o modo de funcionamento da candidatura tendo sido permitido a todos os opositores ao concurso a importação dos documentos não existentes nos seus processos individuais através do mecanismo do upload. Assim, nos termos do n.º 4 do artigo 7.º os candidatos cujos documentos comprovativos se encontrem arquivados e válidos no respetivo processo individual no Agrupamento de Escolas que procede à validação da candidatura, estão dispensados de apresentar documentos já existentes.

    3. Os candidatos que não possuem meios de digitalização dos documentos, devem dirigir-se a uma escola que esteja aberta na sua região, conforme lista publicitada na página da DGEstE, para que lhe seja prestado apoio nessa operação de digitalização.

     

    À semelhança dos anos anteriores,

    o SIPE irá estar disponível para te prestar todo o apoio necessário via telefone, via e-mail, via Skype ou outra plataforma ajustada ao teu caso.

     

    PODES CONTAR CONNOSCO!

    VAI TUDO CORRER BEM.

     

    ler artigo
  • Últimas informações do Governo do trabalho ajustado do Pessoal docente e não docente

    MEDIDAS EXTRAORDINÁRIAS PARA FAZER FACE À SITUAÇÃO

    EPIDEMIOLÓGICA DO NOVO CORONAVIRUS

    INSTITUIÇÕES, RESPOSTAS SOCIAIS E AÇÃO SOCIAL

     

    No dia 12.3.2020 foram aprovadas pelo Conselho de Ministros medidas extraordinárias e de carácter urgente face à situação de pandemia epidemiológica do COVID19. 
    Neste contexto, divulgam-se alguns esclarecimentos relativamente à situação dos equipamentos e respostas sociais. 
    Atualizaremos esta informação diariamente e sempre que se revelar necessário em função da «evolução do contexto e das orientações que vierem a ser veiculadas pelas autoridades competentes. 

    As orientações da Direção-geral de Saúde (DGS) prevalecem sempre sobre estas informações. 
    1. Suspensão de atividades  
    Ficam suspensas a partir de dia 16 de março de 2020, nos termos do Decreto-Lei n.º 10-A/2020, de 13 de março: 
    a) as atividades letivas e não letivas com presença de crianças em estabelecimentos de ensino particulares, cooperativos e do setor social e solidário de educação pré-escola e em equipamentos de apoio à primeira infância (incluindo creche, creche familiar e amas) ou deficiência; 
    b) as atividades de apoio social desenvolvidas em centros de atividades ocupacionais, centros de dia e centros de atividades de tempos livres. 
    É aconselhada a suspensão temporária das atividades desenvolvidas nas respostas socais de Centro de Atendimento e Reabilitação Social para Pessoas com Deficiência (a vertente das atividades) e Centro de Convívio, considerando as medidas de prevenção recomendadas pela DGS, com destaque para a redução dos contactos sociais e de atividades de grupo. 

    .....

    8. Recursos humanos das Instituições
    É permitida a alteração dos quadros de recursos humanos das instituições durante este período, sem necessidade de autorização do ISS, sem prejuízo da articulação, para garantir o funcionamento regular da resposta social.
    No âmbito dos planos de contingência de cada instituição, deve ser definido o conjunto de atividades essenciais, devendo estar previsto, por ordem de prioridade:
    a. Identificação dos profissionais, em última instância, responsáveis pela área de atividade e seus substitutos em caso de necessidade;
    b. Identificação de profissionais afetos a outras respostas que poderão ser mobilizados para as áreas de atividade identificadas;
    c. Mobilização de voluntários para algumas áreas de atividade.

    ........


     

    Lê o documento na integra (pdf)

     

    Comunicação enviada às escolas sobre suspensão das atividades com alunos nas escolas de 16 de março a 13 de abril

     

    Antecipam-se algumas orientações gerais e com impacto no imediato:

     

    1. As escolas devem comunicar, de forma clara, aos encarregados de educação que a suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais terá efeitos tanto mais positivos quanto os alunos e as famílias cumpram estritamente as regras de higiene, de distanciamento social e, sobretudo, se for evitada a deslocação a locais com concentração de pessoas.

     

    2. Durante o dia de hoje, os professores titulares e diretores de turma devem garantir que têm contacto eletrónico e telefónico de todos os encarregados de educação e/ou alunos.

     

    3. A comunicação às famílias deve incluir um meio de contacto para sinalizar situações de suspeição ou contágio que decorram após o início da suspensão. Desta forma, poderá manter-se a identificação de cadeias de contágio.

     

    4. Em cada agrupamento de escolas/ ENA, deverá ser garantida uma equipa que assegure: 

     

    • a. A manutenção e vigilância dos espaços.

     

    • b. Os procedimentos administrativos que terão de ser efetuados presencialmente.

     

    • c. A sinalização de situações excecionais.

     

    5. Estando a decorrer o período de inscrição nos exames nacionais, será definido um procedimento para que os alunos não necessitem de se deslocar à escola para a inscrição.

     

    6. O fornecimento de refeições escolares aos alunos com escalão A da ASE deve ser garantido, devendo cada escola, em conjunto com as autarquias e os prestadores de serviço, encontrar a forma mais eficaz e segura de assegurar a refeição.

     

    7. As reuniões e as atividades dos docentes poderão ser realizadas a distância, sempre que possível.

     

    8. A avaliação sumativa do 2.º período será efetuada no período normal, com base nos elementos disponíveis nesse momento (incluindo os ainda a recolher) e no caráter contínuo da avaliação.

     

    9. O calendário das tarefas administrativas mantém-se (procedimentos concursais, processamento de vencimentos, entre outros), sendo emanadas, oportunamente, orientações que assegurem o seu cumprimento.

     

    10. Está em preparação um conjunto de orientações, instrumentos e ferramentas para coadjuvar o trabalho pedagógico das escolas durante a suspensão das atividades letivas presenciais.

     

    11. Os responsáveis pelos cursos profissionais deverão decidir, em conjunto com as entidades que asseguram estágios, se estão reunidas as condições para a participação na formação em contexto de trabalho.

     

    12. Ficam suspensas todas as atividades não letivas e de acompanhamento à família.

     

    13. O Ministério da Educação permanecerá em contacto regular com as escolas e emanará orientações com outro grau de detalhe sobre as várias questões que assim o justifiquem.

     

     

    Pessoal docente e não docente com trabalho «ajustado»

     

    O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, saudou as comunidades educativas, «num momento de exceção», agradecendo e reconhecendo «o empenho e o trabalho comprometido de todos», nomeando os diretores, docentes e não docentes, mas também as famílias, as autarquias, todos os que estão envolvidos no mundo das escolas, «trabalhando ativamente para que as escolas possam reagir com serenidade a este surto de Covid-19».

     

    As atividades letivas e não letivas presenciais serão suspensas nas escolas a partir de segunda-feira, dia 16 de março, até 9 de abril (quinze dias de suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais, a que se juntam os quinze dias de pausa letiva da Páscoa).

     

    «Ninguém está de férias e isso é algo muito importante sublinhar. É importante — e eu não tenho nenhuma dúvida de que isso vai acontecer — que as escolas se vão empenhar para que neste momento difícil, de exceção, docentes e não docentes, desenvolvam o trabalho que é possível fazer», apontou o Ministro.

     

    Sobre o calendário escolar, a calendarização dos exames e o fim do ano letivo, Tiago Brandão Rodrigues sublinhou que «não há neste momento motivos para pensar na sua alteração». «Neste momento o que está decretado é que existirá a interrupção das atividades letivas e não letivas durante 15 dias e depois teremos férias da Páscoa durante outros 15 dias. Só isto».

     

    Segundo o Ministro, o trabalho dos professores «pode naturalmente a ser ajustado» e os trabalhadores não docentes «estão também a trabalhar». «As escolas continuarão a ter vigilância, manutenção e limpeza como em todos os espaços», referiu.

     

    Reunião com diretores escolares

     

    Também por isso, neste dia 13 de março, o Ministro da Educação, e os Secretários de Estado da Educação, João Costa e Susana Amador, reúnem-se com representantes da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP) e da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), para discutir várias questões relacionadas com as medidas extraordinárias decididas pelo Governo relativas ao surto do novo coronavírus, incluindo «a comunicação feita às famílias por parte das escolas sobre esta suspensão» das aulas.

     

    Tiago Brandão Rodrigues explicou que esta comunicação deve ser «acompanhada por uma recomendação forte» para que sejam cumpridas as regras de higiene, distanciamento social e, sobretudo, «da contenção da participação dos alunos em atividades, iniciativas e deslocações a locais que potenciem o contágio».

     

    Assegurada continuidade das refeições 

     

    O Ministro disse que vai ser assegurada a continuidade das refeições neste período, nomeadamente para os alunos beneficiários de Ação Social Escolar. Estes estudantes já têm acesso a esta resposta nas interrupções letivas normais, no que «acaba por ser uma resposta social». 

     

    «Trabalharemos com as escolas para que possa continuar a acontecer essa resposta social a esses alunos, mas também com setor social, se for necessário, e com as câmaras. Estamos a articular com todos os atores que tradicionalmente trabalham com as escolas para que se possa efetivamente, entre todos, dar essa resposta», antecipou. 

     

    Orientações sobre as avaliações do 2.º período

     

    O Ministro da Educação afirmou que a tutela enviará orientações sobre as avaliações do 2.º período e «continuaremos a trabalhar para que todas as questões relacionadas com as tarefas administravas da escola, tudo o que tem a ver com procedimentos concursais, com as inscrições em exames aconteçam», disse Tiago Brandão Rodrigues.

     

    Segundo o Ministro da Educação, está suspenso «tudo o que está relacionado com o desporto escolar, com as atividades extracurriculares e com todas as atividades que acontecem» nos estabelecimentos de ensino.

     

    Tiago Brandão Rodrigues terminou a intervenção com «uma palavra de responsabilidade» para os estudantes portugueses, desde «os mais pequenos até aqueles que já são mais velhos».

     

     

     

     


    Documentos

     

    Consulta aqui o comunicado "Pessoal docente e não docente com trabalho «ajustado»"

     

    Consulta aqui o comunicado "Comunicação enviada às escolas sobre suspensão das atividades com alunos nas escolas de 16 de março a 13 de abril"

     

    Consulta aqui o Decreto-Lei n.o 10-A/2020de 13 de março (Estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus — COVID 19)

     

    Linha Saúde 24

     

    Telefone                                808 24 24 24

    e-mail da Linha Saúde 24    atendimento@sns24.gov.pt

    Site                                        https://www.sns24.gov.pt/

     
     
     
     
     

     

     

     

    ler artigo
  • FAQs - Despacho n.º 2875-A/2020 - medidas para acautelar a proteção social

    Adota medidas para acautelar a proteção social dos beneficiários que se encontrem impedidos, temporariamente, do exercício da sua atividade profissional por ordem da autoridade de saúde, devido a perigo de contágio pelo COVID-19.

     

    FAQs - Despacho n.º 2875-A/2020 - medidas para acautelar a proteção social (pdf)

     

    Adota medidas para acautelar a proteção social dos beneficiários que se encontrem impedidos, temporariamente, do exercício da sua atividade profissional por ordem da autoridade de saúde, devido a perigo de contágio pelo COVID-19.

    Face às consequências da eventual propagação de doença por coronavírus (COVID-19), o Governo decide tomar um conjunto de ações em termos de planeamento e coordenação de recursos multissetoriais de modo a diminuir os impactos sociais e económicos da epidemia.

    São tomadas, concretamente na área social, as medidas para acautelar a proteção social dos beneficiários que se encontrem impedidos, temporariamente, do exercício da sua atividade profissional por ordem da autoridade de saúde, devido a perigo de contágio pelo COVID-19, equiparando às situações de maior proteção social em caso de doença.

    A necessidade desta equiparação resulta do facto de os beneficiários do regime geral de segurança social não poderem ficar desprotegidos nas situações de impedimento temporário para o trabalho relacionadas com medidas preventivas de saúde pública, decretadas pela autoridade de saúde competente.

    Nestes termos determina-se o seguinte:

    1 - O impedimento temporário do exercício da atividade profissional dos beneficiários, reconhecido por autoridade de saúde, no exercício das competências previstas no artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 82/2009, de 2 de abril, no contexto de perigo de contágio pelo COVID-19, é equiparado a doença com internamento hospitalar, para efeitos do Decreto-Lei n.º 28/2004, de 4 de fevereiro, não ficando a atribuição do subsídio de doença sujeita a prazo de garantia, índice de profissionalidade e período de espera, sendo o montante diário do subsídio de doença calculado pela aplicação à remuneração de referência das seguintes percentagens:

    a) A percentagem mais elevada prevista no n.º 3 do artigo 16.º do Decreto-Lei n.º 28/2004, de 4 de fevereiro, na sua redação atual, nos 14 dias iniciais;

    b) As percentagens a que se refere o n.º 2 do artigo 16.º do Decreto-Lei n.º 28/2004, de 4 de fevereiro, na sua redação atual, no período subsequente ao referido na alínea anterior.

    2 - O disposto no número anterior não se aplica aos trabalhadores aos quais seja possível assegurar o recurso a mecanismos alternativos de prestação de trabalho, nomeadamente o teletrabalho ou programas de formação à distância.

    3 - A certificação referida no n.º 1 é efetuada em formulário próprio, constante de anexo ao presente despacho.

    4 - O formulário referido no número anterior substitui o documento justificativo da ausência ao trabalho, devendo ser remetido eletronicamente pelos serviços de saúde competentes aos serviços de segurança social no prazo máximo de cinco dias após a sua emissão, o qual deve instruir, quando aplicável, os requerimentos do subsídio para assistência a filho e do subsídio para assistência a neto.

    5 - É aprovado o modelo de formulário «Certificação para efeitos do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 82/2009, de 2 de abril - identificação de trabalhadores/alunos», modelo GIT71-DGSS, anexo ao presente despacho, do qual faz parte integrante.

    6 - Quando os trabalhadores não possam comparecer ao trabalho, por motivos de doença ou por assistência a filho, neto ou membro do agregado familiar, nos termos gerais, essas ausências seguem o regime previsto na lei para essas eventualidades.

    7 - O referido formulário é disponibilizado no endereço eletrónico da segurança social, www.seg-social.pt, e no endereço eletrónico da Direção-Geral de Saúde, www.dgs.pt, para utilização pelos respetivos serviços de saúde.

    8 - O presente despacho produz efeitos a partir da data da sua publicação.

    3 de março de 2020. - A Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Manuel Jerónimo Lopes Correia Mendes Godinho. - A Ministra da Saúde, Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões.

    ANEXO

    Certificação nos termos do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 82/2009, de 2 de abril (*)

    Identificação de trabalhadores/alunos em situação de isolamento

    ..., Autoridade de Saúde de..., determino o isolamento de trabalhadores/alunos de... (designação da entidade empregadora ou do estabelecimento de ensino), com o número de identificação de segurança social... e com o NIPC/NIF..., pelo período de... a..., por motivo de perigo de contágio e como medida de contenção de....

    Ficam assim sujeitos a isolamento:

    (ver documento original)

    (*) Aplicação do Despacho n.º 2875-A/2020, de 3 de março.

    Data: .../.../...

     

    Despacho n.º 2875-A/2020 (pdf)

    FAQs - Despacho n.º 2875-A/2020 - medidas para acautelar a proteção social (pdf)

     

    ler artigo

concursos

  • Açores - Concurso Pessoal Docente 2020/2021 - Listas Ordenadas

    PROJETO DE LISTA ORDENADA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS AO CONCURSO INTERNO DE PROVIMENTO PARA O ANO ESCOLAR DE 2020/2021   Nos termos e para os efeitos do disposto nos n.os 1 a 4 do artigo 14.º do Regulamento de Concurso do Pessoal Docente da Educação Pré-Escolar e dos Ensinos Básico e Secundário, aprovado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 22/2012/A, de 30 de maio, alterado e republicado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 2/2017/A, de 11 de abril, e conforme Aviso publicado na BEP-Açores, em 26/03/2020, no âmbito da Oferta n.º 11202, de 07/02/2020, notificam-se os candidatos ao concurso externo de provimento para o ano escolar 2020/2021 da disponibilização do projeto de lista ordenada de graduação.   Consulta o PROJETO DE LISTA ORDENADA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS AO CONCURSO INTERNO DE PROVIMENTO PARA O ANO ESCOLAR DE 2020/2021     Já sabes qualquer questão liga para o secretariado do SIPE mais perto de ti.  
    mais informação
  • Concursos Madeira - afetação aos quadros de zona pedagógica, mobilidade interna (quadro de escola), de contratação inicial e de reserva de recrutamento

    A partir do dia 09/03/2020, encontram-se abertos os concursos de afetação aos quadros de zona pedagógica, mobilidade interna, de contratação inicial e de reserva de recrutamento, para seleção e recrutamento do pessoal docente da educação, dos ensinos básico e secundário e do pessoal docente especializado em educação e ensino especial, com vista ao suprimento das necessidades temporárias, estruturadas em horários completos. Em anexo, o Aviso n.º 110/2020, referente ao Concurso para seleção e recrutamento do pessoal docente da educação, dos ensinos básico e secundário e do pessoal docente especializado em educação especial na Região Autónoma da Madeira.   Refira-se que a candidatura ao concurso de contratação incial e à mobilidade interna (quadros de escola) é precedida de uma inscrição obrigatória:   Contratação Inicial:  entre 9 e 13 de março de 2020 Mobilidade interna : entre 4 e 8 de maio de 2020 ATENÇÃO: Os candidatos que tenham lecionado ou que se encontrem a exercer funções docentes em estabelecimentos de educação, ensino ou instituições de educação especial da rede pública da Região Autónoma da Madeira, no período compreendido entre 1 de setembro de 2019 e a data de abertura do concurso, estão dispensados da inscrição obrigatória.   A inscrição realiza-se mediante o preenchimento e entrega dos formulários a seguir enunciados: Formulário A - Candidatos ao concurso externo/contratação inicial com reserva de recrutamento da RAM, sem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da RAM (rede pública e privada); Formulário B - Candidatos ao concurso de contratação inicial – nos termos do n.º 5 do artigo 40.º do Decreto Legislativo Regional n.º 28/2016/M, de 15 de julho, alterado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 9/2018/M, de 29 de junho, indivíduos que no ano letivo anterior àquele a que respeita o concurso tenham adquirido habilitação profissional após a publicação do aviso da abertura do concurso; Formulário C - Candidatos ao concurso de mobilidade interna nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 36.º do Decreto Legislativo Regional n.º 28/2016/M, de 15 de julho, alterado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 9/2018/M, de 29 de junho sem vínculo aos estabelecimentos de educação/ensino/instituições de educação especial da RAM.   A candidatura efetua-se após a inscrição obrigatória, através da plataforma AGIR, disponível no endereço https://agir.madeira.gov.pt/   Prazos de candidatura: - A candidatura ao concurso externo e concurso de contratação inicial, nos termos do n.º 4 do artigo 40.º Decreto Legislativo Regional  n.º 28/2016/M, de 15 de julho, alterado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 9/2018/M, de 29 de junho, efetuar-se-á no período de 5 a 8 de maio de 2020; - A candidatura à mobilidade interna (docentes quadros de escola) decorre de 26 a 28 de maio de 2020, inclusive; - A candidatura ao concurso de afetação aos quadros de zona pedagógica ao abrigo do artigo 32.º do Decreto Legislativo Regional n.º 28/2016/M, de 15 de julho, alterado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 9/2018/M, de 29 de junho decorre no período de 1 a 3 de junho de 2020, inclusive;  - Os candidatos sem vínculo aos estabelecimentos de educação, de ensino ou instituições de educação especial da Região Autónoma da Madeira (redes pública e privada), devem remeter a inscrição, através de carta registada com aviso de receção, à Direção Regional de Administração Escolar, acompanhada dos documentos constantes no ponto 10; - Os candidatos com vínculo aos estabelecimentos de educação, de ensino e instituições de educação especial da Região Autónoma da Madeira (rede privada e escolas profissionais privadas) preenchem o formulário e apresentam os documentos nos estabelecimentos do ensino particular e cooperativo, instituições particulares de solidariedade social e escolas profissionais privadas.      Estas breves informações não dispensam a leitura atenta do Aviso de abertura n.º 110/2020.   Aviso de abertura n.º 110/2020 (pdf)    
    mais informação

Formações

  • Ferramentas de ensino à distância - TURMA III

    27, 28 e 30 de abril de 2020   15h00 às 17h00   Recursos para apoiar os docentes na utilização de metodologias de ensino a distância que lhes permitam dar continuidade aos processos de ensino e aprendizagem. É necessário terem Smartphone ou PC com Webcam e Mic.   Blogue do formador
    mais informação
  • Ação Curta duração, Ferramentas de ensino à distância

    20, 22 e 24 de abril de 2020   9h00 às 11h00   Recursos para apoiar os docentes na utilização de metodologias de ensino a distância que lhes permitam dar continuidade aos processos de ensino e aprendizagem. É necessário terem Smartphone ou PC com Webcam e Mic.   Blogue do formador
    mais informação
  • "O intercultural no perfil do aluno espaço privilegiado para a construção da cidadania"- E-LEARNIG

    Calendarização: - dias 17 e 24 de abril, sexta feira das 17h 30m às 22h00m -dias 18 e 25 de abril, sábados das 9h00m às 13h00m e das 14h00m às 18h00m
    mais informação
  • O Intercultural no Perfil do Aluno: Espaço Privilegiado para a Construção da Cidadania

    mais informação
  • Criação de Música através de materiais recicláveis

    1ª sessão : 24-04-2020 (6ª feira) 17.30h - 20.30h 2ª sessão: 27-04-2020 (2ª feira ) 18.30h - 20.30h 3ª sessão: 04-05-2020 ( 2ª feira) 18.30h - 20.30h 4ª sesão: 07-05-2020 (5ª feira) 17.30h - 20.30h 5ª sessão: 11-05-2020 ( 2ª feira) 18.30h - 20.30h 6ª sessão: 15-05-2020 (6ª feira) 17.30h - 20.30h 7ª sessão: 16-05-2020 (sábado) 08.30h - 13.30h Última sessão: A combinar entre formador e formando Formação específica
    mais informação
  • FANTOCHES, MARIONETAS E CABEÇUDOS NO MUNDO DAS CRIANÇAS

    Cronograma : Dia 13 de março das 18h00 às 21h30 Dia 14 de março das 8h30 às 13h00                                das 14h00 às 18h30 Dia 20 de março das 18h00 às 21h30 Dia 21 de março das 8h30 às 13h00                                das 14h00 às 18h30
    mais informação
  • O Ensino da Orientação Pedestre e em BTT na Escola

    Cronograma a ser definido na 1ªsessão: Data da 1ª sessão: 8 de Maio (sexta - feira) - 18h30 às 20H30  Local da formação: a definir  
    mais informação
  • Excel - Ação de curta duração - Aljustrel

    5 Horas presenciais Ação de curta duração Data a definir      
    mais informação
  • O INTERCULTURAL NO PERFIL DO ALUNO ESPAÇO PRIVILEGIADO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA - Aljustrel

    Formação Específica ao abrigo do Despacho nº6851-A/2019   Cronograma Sextas e Sábados - 12, 13, 19 e 20 de junho Sextas- 8.30h às 13 h Sábados-8.30h às 13 h e das 14h às 17.30h/18h  
    mais informação
  • A utilização de materiais pedagógicos e de ferramentas digitais básicas na aula de Inglês - Específica

    Cronograma: Dia 16 de maio- das 8.30h às 13.30h e das 14.30h às 17.30h Dia 23 de maio- das 8.30h às 13.30h e das 14.30h às 18h Dia 30 de maio- das 8.30h às 13.30h e das 14.30h às 18h
    mais informação
  • Entroncamento/Torres Novas-A DANÇA NA ESCOLA: COREOGRAFAR BRINCANDO*Releva p/ Dimensão Científica e Pedagógica

    Cronograma: 08, 09, 15, 16, 22 e 23/maio *Ação Específica/Releva para os 50% na Dimensão Científica e Pedagógica da Formação Obrigatória destes Grupos A ação só iniciará com o nº mínimo de formandos
    mais informação
  • CRIAÇÃO DE MATERIAL DE APOIO AO PROCESSO ENSINO (EXCEL) - Gondomar

    Cronograma Início 6ª feira 15 de maio - 18h00 às 22h00 Sábados: 16, 23 e 30 de maio - 9h00 - 13h00 e das 14h00 às 17h00   Observação Os Docentes do Agrupamento de Escolas de São Pedro da Cova - Gondomar  terão prioridade de entrada na formação.
    mais informação
  • Específica 100 e 110 - A dança na escola: Coreografar brincando - turma 2

    AINDA TEMOS VAGAS Calendarização definitiva: 1 de fevereiro das 9h/14h 15 de fevereiro das 9h/13h e das 14h/18h 22 de fevereiro manhã e tarde  
    mais informação
  • Compreender a Educação Inclusiva: sistematizar práticas de inclusão - Marco de Canaveses

    mais informação
  • PORTEFÓLIOS EDUCATIVOS DIGITAIS - Marco de Canaveses

    Início – Data e local a definir
    mais informação
  • Criação de Material de Apoio ao Processo Ensino/Aprendizagem – Excel Intermédio

    1ª Sessão: dia 2 de Abril das 9 horas às 13 horas e das 14 horas às 17 horas 2ª Sessão: dia 3 de Abril das 9 horas às 13 horas e das 14 horas às 16 horas 3ª Sessão: dia 6 de Abril das 9 horas às 13 horas e das 14 horas às 16 horas 4ª Sessão: 7 de Abril das 9 horas às 13 horas e das 14 horas às 16 horas
    mais informação
  • PROFESSORES DESCOBERTA DOS CAMINHOS DE SANTIAGO - património histórico, científico-natural, antropológico, cultural, desportivo e religioso

    1ª Sessão, dia 5 de novembro, das 18h às 21h, na sede do Sipe Valença As restantes sessões serão agendadas entre os formadores e os formandos
    mais informação
  • PROFESSORES À DESCOBERTA DOS CAMINHOS DE SANTIAGO - património histórico, científico-natural, antropológico, cultural, desportivo e religioso

    Formação adiada por falta do número mínimo de inscrições
    mais informação
  • Fantoches, Marionetas e Cabeçudos: Ferramentas comunicação no mundo das crianças (grupos 100 e 110)

    A iniciar logo que haja 15 formandos inscritos  
    mais informação
  • AULAS DE CAMPO: CAMINHOS DE SANTIAGO

    mais informação
  • Rope Skipping Uma nova modalidade desportiva na escola

    mais informação
  • IMPLEMENTAÇÃO DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA E RESPETIVAS METAS CURRICULARES - Famalicão

    Destinatários: Professores dos Grupos 110 e 230 Formador: Dr.ª Rosa Pereira
    mais informação

SIPE TV

SIPE Coração e ENTRAJUDA - Assinatura Protocolo

3º BTT - SIPE - Fátima 2019

Caminhos Santiago - SIPE Santarém

Momentos da Manifestação de 5 de outubro de 2018

A Manifestação de 5 outubro 2018 na Comunicação Social

SIPE - Viana do Castelo, Valença e Ponte de Lima

Concentração no Porto 13 de julho 2018

Entrevistas Manifestação 19 maio 2018

Seminário Comunidades de Aprendizagem - Abertura

Intervenção Júlia Azevedo Manifestação 19 maio 2018

Coração que AMA Antes

SIPE CORAÇÃO

SIPE CORAÇÃO

É uma campanha de solidariedade sem prazo de validade.

Aqui podes

Oferecer, partilhar, trocar bens ou objetos que estejam a mais em casa

e que possam ter utilidade em outras mãos.

SIPE EDIÇÕES

Através deste novo serviço do SIPE terás a possibilidade de realizar as tuas próprias edições e publicar os teus livros e outro tipo de estudos.

Para saberes mais envia um email para

sipenacional@sipe.pt